Acesse sua conta

Esqueceu a senha?

Ver seu carrinho de compras

Blog

‘Não é fácil fazer algo pra quem você admira’

As capas da coleção Aldir 70 são ilustradas pelo cartunista Allan Sieber. Quando convidamos o Allan, apresentamos como referência as capas desenhadas por Mariano para a extinta Codecri, editora do Pasquim, que publicou “Rua dos Artistas e arredores” e “Porta de tinturaria”.

“Na verdade, apesar da referência, eu tentava fugir o máximo possível das capas da primeira edição, para não parecer uma releitura”, conta o ilustrador. “Me guiava pelas coordenadas dos editores e pelos textos dos livros, mas sempre evitando dar uma referência de algum personagem. Acho importante o leitor ter a liberdade de inventar, de imaginar por conta própria seu personagem”, diz Allan sobre o processo criativo.

Uma das dificuldades apontadas é que, segundo ele, não é simples fazer um trabalho para quem você tem admiração: “Eu sentia uma certa trava, justamente porque eu gosto muito do Aldir. Uma certa responsa em fazer as capas dos livros dele, de quem eu gosto muito, isso traz dificuldade”.

Sobre sua relação com Aldir, Allan conta que o conheceu pessoalmente no início dos anos 2000 quando estava produzindo, junto com o chargista Leonardo Rodrigues, o curta de animação Santa de Casa, que é baseado na crônica Santa milagrosa do compositor e cronista. A crônica é uma das que integram o livro de inéditos Direto do balcão. Para a trilha sonora do curta Aldir ainda compôs um samba inédito.

Na pré-venda da coleção Aldir 70, disponibilizamos inicialmente duas capas desenhadas por Allan – peças únicas, não reprodução. Mas com o sucesso da recompensa, voltamos ao ateliê do cartunista para saber se ainda havia algum original que ele pudesse disponibilizar para a campanha. De lá voltamos com algumas preciosidades.

Ainda é possível adquirir a ilustração que ele fez para “Porta de tinturaria”, esta:

allan_porta
E além disso, criamos uma nova faixa de recompensa, para os desenhos que serviram de base para “Rua dos Artistas e arredores” e “O gabinete do doutor Blanc”. Há também a primeira ilustração feita para o “Porta de tinturaria”, que não foi aprovada pelos editores, mas é igualmente preciosa.

porta_allan_antiga
Ilustração não aprovada para “Porta de tinturaria”
allan_jazz_antiga
Parte da ilustração de “O gabinete do doutor Blanc”
alla_rua
Parte da ilustração de “Rua dos Artistas e arredores”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categoria:

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *